Startup Weekend Rio Favela – Entenda a dinâmica

by

A dinâmica do Startup Weekend é comparada a um workshop. Os participantes lançam ideias para soluções tecnológicas, recebendo  consultorias (as chamadas mentorias) de empreendedores com experiência.  Veja lista de mentores e suas respectivas habilidades acima.

O primeiro dia do Startup Weekend Rio Favela (sexta-feira 28/03) está reservado para o “pitch-fire”, sessão rápida de pitch (lançamento de ideias) em que o participante terá 60 segundos para chamar a atenção com sua ideia.  Não há tempo para fazer uma apresentação formal com slides, então os participantes focam em suas ideias de forma a torná-las atraentes .  O formato recomendado para o pitch segue os seguintes passos:

  • Apresentação  (5-10 segundos)
  • Identificar o problema que se pretende resolver (10-20 segundos)
  • Explicar o produto e como ele resolve o problema (10-20 segundos)
  • Identificar qual o perfil de participante necessário em seu time pra fazer acontecer a ideia (desenvolvedor, designer, etc.) (5-10 segundos)
  • Criar um nome para a sua startup para que os participantes e os organizadores possam anotar
  • Votação & formação das equipes

Depois de apresentar as ideias, os participantes vão para a votação. Todos os participantes selecionam até 3 ideias. As vencedoras (em media 10-15) serão implementadas durante o Weekend. Os participantes se integram às ideias vencedoras e começam a produção. Formam-se os times.

No sábado a execução começa cedo e acontece o rodízio de mentorias. Os convidados a mentores possuem, cada um, uma habilidade em alguma área de negócios. Em visitas aos times, vão ouvindo os participantes e questionando cada parte do projeto executado, de acordo com sua expertise. É o dia ao apoio à modelagem de negócio, troca de experiências, benchmarking, e validação da ideias: haveriam “users”para essas ideias? É funcional? Resolve alguma dor? Soluciona qual problema?

Domingo pela manhã acontece mais um rodízio de mentorias direcionando os participantes a finalizarem a prototipação e começarem a preparação da apresentação. No domingo muitas ideias já desapareceram, outras foram criadas, times se uniram, hipóteses foram negadas e a galera entra no clima empreendedor: “fail fast and do it better”.

Pela tarde  todas as equipes apresentarão o projeto final para uma banca de jurados.  Haverá premiação para as melhores startups de acordo com critérios pré definidos pelo SW: modelagem de negócios; validação; execução técnica e Design/Experiência do usuário.

E a mágica acontece novamente. Os participantes saem com uma energia única: entenderam o conceito de times, de execução, de falhar rápido, de conhecer o usuário.

Vejam o vídeo de nossos amigos de Brasília, no Startup Weekend realizado no mês de fevereiro: https://www.youtube.com/watch?v=3U8ljzsm0rc&feature=youtube_gdata_playerStartup Weekend Brasília 2014

 

Texto inspirado e adaptado do blog dos nossos companheiros do SWSampa!